Praça Rui Barbosa,34 - 87175-000 - Centro - Itambé - Paraná

ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Prevenção da dengue mesmo com frio

Saúde alerta para importância de manter prevenção da dengue mesmo com frio

Segunda-feira, 30 de maio de 2011


A queda das temperaturas no Paraná fez a Secretaria de Estado da Saúde renovar o alerta para que a população e os gestores municipais mantenham as medidas de prevenção da dengue. O Laboratório do Clima da Universidade Federal do Paraná constatou que nesta semana todas as regiões do Estado estão com baixo ou nenhum risco para o desenvolvimento do mosquito transmissor da doença – mas é neste momento que se deve criar as condições para que a dengue não avance quando as temperaturas voltarem a subir.

“Os cuidados com a dengue devem continuar mesmo no período de inverno. Desta maneira conseguiremos reduzir consideravelmente os danos no próximo verão”, explicou o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz.

No inverno geralmente ocorre um descuido por parte de uma boa parcela da população e de gestores públicos, que, com as baixas temperaturas, tendem a minimizar o perigo. Mas é durante esse período que se acumulam criadouros que mais tarde, do final da primavera até meados do outono (quando as temperaturas são mais elevadas) contribuirão de forma decisiva para a ocorrência de nova epidemia, expondo toda a população ao risco de contrair a doença, inclusive nas formas graves.

O Programa de Controle da Dengue, lançado em abril deste ano, prevê ações de controle e combate à doença para o ano inteiro. A Secretaria da Saúde orienta para que os municípios mantenham as equipes de agentes de endemias estruturadas durante o inverno e continuem as visitas de rotina com o objetivo de orientar a população e eliminar possíveis criadouros encontrados.

O novo programa norteará as ações da secretaria para os próximos anos e está dividido em cinco eixos: vigilância epidemiológica, controle do mosquito, comunicação e mobilização, assistência aos doentes e gestão e responsabilização.

NÚMEROS – O informe semanal da dengue divulgado pela Secretaria de Saúde nesta segunda-feira (30) registrou 23.369 casos confirmados de dengue no Paraná. Dos 399 municípios do Estado, 54 estão em situação de alerta porque apresentam mais de 100 casos por 100 mil habitantes (incidência acima de 100), sendo que 35 registram mais de 300 casos por 100 mil habitantes. São eles: Porecatu, Cornélio Procópio, Jataizinho, Jacarezinho, Capitão Leônidas Marques, Santa Mariana, Santa Terezinha de Itaipu, São Sebastião da Amoreira, Sertaneja, Lidianópolis, São Miguel do Iguaçu, Cambará, Londrina, Ibiporã, Quarto Centenário, Ribeirão do Pinhal, Nova Olímpia, Uraí, Foz do Iguaçu, Assai, Nova Fátima, Altônia, Guairá, Alvorada do Sul, Santo Antônio da Platina, Rolândia, Leópolis, Florestópolis, Rancho Alegre, Quinta do Sol, Jaguapitã, Carlópolis, Bela Vista do Paraíso, Bandeirantes, Joaquim Távora.

 

DICAS PARA PREVENIR A DENGUE

1 - Mantenha bem tampados caixas, tonéis e barris de água.

2 - Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada.

3 - Não jogue lixo em terrenos baldios.

4 - Se guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha-as sempre a boca para baixo.

5 - Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje.

6 - Encha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.

7 - Se guardar pneus velhos em casa retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos, protegidos da chuva.

8 - Limpe as calhas com frequência, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água.

9 - Lave com água e sabão os recipientes utilizados para guardar água, pelo menos uma vez por semana.

10- Os vasos de plantas aquáticas devem ser lavados com água e sabão, toda semana. É importante trocar a água desses vasos constantemente.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: Segunda à Sexta-Feira, das 8:00 às 11:00 - 13:00 às 17:00

DOWNLOADS