Praça Rui Barbosa,34 - 87175-000 - Centro - Itambé - Paraná

ÚLTIMAS NOTÍCIAS / PM especial para vigiar eventos

Projeto prevê PM especial para vigiar eventos

Quarta-feira, 04 de agosto de 2010


Se aprovada na Assembleia, proposta aumentará efetivo da polícia. Fiscalização também será feita no entorno de bares
Curitiba - O projeto de reestruturação da Polícia Militar, em análise na Assembleia Legislativa do Paraná, pode resultar na criação de um batalhão específico para fiscalizar eventos. Entre as atribuições, vigiar o entorno de bares e casas noturnas de Curitiba, para coibir casos de badernas, direção sob efeito de álcool e poluição sonora.

A sugestão foi feita por representantes da Associação dos Bares e Casas Noturnas de Cu­­ritiba (Abrabar) durante reunião com o secretário de estado da Segurança Pública, coronel Aramis Linhares Serpa.

Atualmente, já é atribuição da PM atender casos de desordem em vias públicas, inclusive próximo a bares. No entanto, a função não é cumprida por causa da falta de pessoal. “Deveria acontecer, mas não acontece em razão da defasagem do efetivo”, afirma Serpa. O secretário aprovou a ideia da categoria, que vai em encontro ao Projeto de Lei 314/2010, proposto pelo governador Orlando Pessuti.

Segundo o comandante-geral da PM, coronel Rodrigo Carstens, o batalhão deve ter em torno de 800 policiais. Além de fiscalizar o entorno dos bares, os policiais teriam a responsabilidade de cuidar da segurança dos jogos de futebol, shows e operação verão. Além disso, a unidade dará suporte para a segurança da Copa do Mundo de 2014, em Curitiba.

O barulho nas regiões de casas noturnas tem sido a principal reclamação de vizinhos. A fiscalização seria uma forma de inibir a bagunça feita por frequentadores dos bares. “As reclamações dos moradores dessas áreas são relacionadas às pessoas que ficam perto dos estabelecimentos”, explica presidente da Abrabar, Fábio Aguayo. Na opinião dele, a proposta vai colaborar para resolver a questão.

Defasagem
A falta de efetivo das polícias no Paraná tem sido um dos principais obstáculos da segurança pública. Por isso, para compor o Batalhão de Eventos, o projeto prevê o aumento de quase 6 mil policiais na corporação. Hoje, há cerca de 21 mil policiais militares no Paraná. Com a aprovação do projeto, o número será fixado em 26.747.

Trâmite

O projeto de lei está em avaliação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Le­­gislativa do Paraná. Após aprovado pelos deputados que compõem a comissão, o projeto tem de passar por duas sessões de votação no plenário antes de ir à sanção do governador.

Fonte: Gazetado Povo

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: Segunda à Sexta-Feira, das 8:00 às 11:00 - 13:00 às 17:00

DOWNLOADS